Francisco Joao FeitalMaria Manuel Baltazar Gonçalves FeitalFilipa Ferreira

Joao Manuel FeitalMaria Baltazar Gonçalves

Manuel Ferreira Feital

f a m í l i a
Filhos(as) com:
Antónia de Alvarenga

Irmãos(ãs):
António Ferreira Feital

Filhos(as):
António Ferreira Feital
José Ferreira Feital
Francisco Ferreira Feital
Manoel Ferreira Feital
Maria Ferreira Feital
Manuel Ferreira Feital
  • Nascimento: 1688, Frequesia dos Anjos (Esposende), Lisboa, Portugal
  • Casamento: 07 Feb 1718, S. António de Sá, Rio de Janeiro, no oratório de Manuel Fernandes Simões, pai de Antónia, com Antónia de Alvarenga
  • Falecimento: julho 1749
  • Image gallery (1 images)

    Nascido na rua do Feital na Frequesia dos Anjos (Esposende), Braga, Portugal, batizado em 18 de setembro de 1688. Homem de negócio, negociante de loja aberta, mercador de grosso tracto, residente no Rio de Janeiro, Brasil, e fazendeiro na freguesia de Nª Sª da Piedade, Magé, Rio de Janeiro; alfabetizado, com património avaliado em cerca de 30 mil cruzados em 1730. Foi Familiar do Santo Oficio. Em 1735 era homem de negocios em Tapioca e proprietário de Magé. Faleceu antes de 1753. Foi casado com Antonia de Alvarenga (irmã do Dr. Conego Penintenciario Francisco Fernandes Simões), a qual teria algum sangue amerindio. Casou-se em 7 de fevereiro de 1718 em S. Antonio de Sá, Rio de Janeiro, no oratório de Manuel Fernandes Simões, seu futuro sogro.

    "Aos sete de fevereiro de mil setecentos e dezoito as dez oras da manhã se receberão em minha prezença no oratório de Manoel Fernandes Simoins com provizão do Illmo. Snr. Dr. Francisco de Hieronimo a Manoel Ferreira Feital natural da Villa de Esposende do Arcebispado de Braga filho legitimo de João Manoel Feital e de sua mulher Maria Balthazar com Antonia de Alvarenga natural e batizada nesta freguezia de N. S. da Ajuda de Sernammetiba [sic] filha legitima de Manoel Simoins digo Manoel Fernandes Simoins e de Marcellina de Alvarenga...Foram testemunhas Luis Nogueira de Abreu, Francisco Maciel [ilegivel] e Dorothea de Alvarenga..." (Fonte: livro velho de batismos, casamentos e mortes na folha 44,como relatado na diligência de habilitação de Manoel Ferreira Feital).

    Tipo de escritura: Chão Data: 10/11/1718Descrição: Escritura de venda de parte de uma morada de casas que fazem Antonia Tavares de Jesus, Ana Barreta, Maria de Abreu, Teodósia Soares, Antonio Soares Pereira, netos e herdeiros de Ana Bernarte, e Manoel do Couto Correia, como herdeiro de sua mulher Teodósia Soares Pereira, a Manoel Ferreira Feital [mercador] - sita na rua Direita, partindo de uma banda com casas de Matias Álvares Lima e da outra com casas dos reverendos padres da Companhia. Preço: 684$687 Observações: A casa havia sido instituída em morgado, mas houve problemas com isso, que são descritos na escritura (Fonte: AN, 1ON, 86, p. 185 e Banco de Dados da Estrutura Fundiária do Recôncavo da Guanabara (1635-1770))

    Tipo de escritura: Chão Data: 17/02/1724Descrição:Escritura de dinheiro a juros com hipoteca de uma morada de casas que faz Manoel Ferreira Feital ao Juízo Eclesiástico, tendo como fiador Manoel Fernandes Simões - de sobrado, em que vive, sita na rua Direita, junto à igreja de Nossa Senhora do Carmo. O fiador hipoteca terras que tem no rio Guapimirim Preço: 400$000 (Fonte: AN, 2ON, 33, p. 111 e Banco de Dados da Estrutura Fundiária do Recôncavo da Guanabara (1635-1770))

    Tipo de escritura: Terra Data: 19/01/1729Descrição:Escritura de dinheiro a juros com hipoteca de um sítio que faz Manoel Ferreira Feital ao Capitão José de Águila Moreira - sito no porto de Inhaúma, com 50 braças de testada Preço: 9:000$000 (Fonte: AN, 2ON, 39, p. ? e Banco de Dados da Estrutura Fundiária do Recôncavo da Guanabara (1635-1770))

    Tipo de escritura: Terra Data: 20/01/1730Descrição:Escritura de venda de terras que faz o Padre Salvador Correia de Melo a Manoel Ferreira Feital – sitas no rio de Iriri, compradas a Dorotéia de Alvarenga em 23/7/1729. Preço: 32$000 (Fonte: AN, 2ON, 41, p. 7 e Banco de Dados da Estrutura Fundiária do Recôncavo da Guanabara (1635-1770))

    Tipo de escritura: Terra Data: 10/02/1730 Descrição:Escritura de venda de terras que fazem o Reverendo Padre Salvador Correa de Melo, sacerdote do hábito de São Paulo, a Manoel Ferreira Feital. Sito a um pedaço de terra no rio de Iriri. De uma banda partem com terras que foram (rasgado) Alvarenga, que hoje são ao comprador e da outra com (rasgado) frontam pelo rio, as quais fazem rumo pela borda do rio com a (rasgado) que se acharem de tudo começando a medir do Porto Grande da Olaria até (rasgado) ao Porto da Areia, mais acima algumas braças donde está um Ca(?)agueiro (rasgado) junto a borda do rio, com o sertão que se achar. Procedência: compra a Dorotéia de Alvarenga, em 23/06/1729, nesta nota, pelo tabelião Manoel de Lemos Barbosa. Situação sem foro ou pensão alguma. Preço: 32$000 Observações:Preço: 32$000, plena e geral quitação. (Fonte: AN, 2ON, 41, p. 7 e Banco de Dados da Estrutura Fundiária do Recôncavo da Guanabara (1635-1770))

    Tipo de escritura:Chão Data:1740-02-08 Descrição:Escritura de venda de chaos que fazem o Coronel Manoel Dias de Menezes e sua mulher Dona Maria Cordovil de Siqueira a Manoel Ferreira Feital - 13 braças de testada, com fundos de rua a rua, com fronteira de pedra e cal com seus portais, sitos na rua de Nossa Senhora do Parto que vai para o convento de Santo Antonio, partindo de uma banda com chaos do Tenente Domingos Rodrigues ou de quem de direito e da outra com chaos de José Patricio, correndo os fundos até a rua que vem da travessa da Cadeia, livres de foro, comprados a José Patricio em 29/11/1723. Preço: 850 Réis. (Fonte: AN, 1ON, 105 e Banco de Dados da Estrutural Fundiária do Reconcavo da Guanabara (1635-1770))

    Lidava com tapioca, proprietario de Magé, familiar do Santo Oficio em 1735. Casado ca. 1721, segundo o Dicionario das Familias Brasileiras.

    Manuel Ferreira Feital e sua mulher erigiram em 1733 a Capela de Nª Sª da Nazaré em Iriri, Magepe-Mirim, Rio de Janeiro. O casal doa em 1734, em dote, para uma capela, no termo de Iriri, distrito de N.S. da Piedade de Magé. O dote constitui-se em terras que houveram por titulo de compra de Manuel Furtado de Mendonça e Dorotea de Alvarenga.

    "[Capela de] N. Senhora de Nazareth, construida no mesmo bairro de Iriry por Manoel Ferreira Feytal, e sua mulher Antonia de Alvarenga, em virtude de um Breve Apostólico de 14 de julho de 1733, sentenciado à 29 de outubro do anno seguinte: principiou em uso depois de benzida à 15 de dezembro immediato" (Fonte: Memórias históricas do Rio de Janeiro e das provincias... t.3-4, Araujo, José de Sousa Azevedo Pizarro e, 1753-1830, p. 156-157)

    Tipo de escritura:Chão; Data: 08/02/1740; Descrição: Escritura de venda de chaos que fazem o Coronel Manoel Dias de Menezes e sua mulher Dona Maria Cordovil de Siqueira a Manoel Ferreira Feital - 13 braças de testada, com fundos de rua a rua, com fronteira de pedra e cal com seus portais, sitos na rua de Nossa Senhora do Parto que vai para o convento de Santo Antonio, partindo de uma banda com chaos do Tenente Domingos Rodrigues ou de quem de direito e da outra com chaos de José Patricio, correndo os fundos até a rua que vem da travessa da Cadeia, livres de foro, comprados a José Patricio em 29/11/1723; Preço: 850$000 (Fonte: AN, 1ON, 105 e Banco de Dados da Estrutura Fundiária do Recôncavo da Guanabara (1635-1770))

    Fontes: Arquivo Nacional , Rio de Janeiro, Sec. Judiciaria 1752; Arquivo da Universidade de Coimbra; Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, vo. 46, documentos 8999951-2; Arquivo Nacional, Rio de Janeiro, Oficio 1734; Arquivo da Torre do Tombo-Familar do Santo Oficio; Arquivo de Gilson Nazareth; Diligência de Habilitação de Manuel Ferreira Feital no Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Habilitações, Manuel, mç. 97, doc. 18101 do Cartório dos Escrivães Noronha Feital; Copiador de correspondência de Manuel Ferreira Feital, homem de negócios do Rio de Janeiro (1725-1734) Feitos Findos, Livros dos Feitos Findos, liv. 82; Autos de habilitação de D. Ana Isabel de Noronha Feital 1788.

    Em 9 de março 1742 fez requerimento ao rei [D; João VJ, solicitando da certidão publicação lei que proíbe o corte- de mangues vermelhos, nos rios do Rio de Janeiro, demonstrando o;seu apoio as medidas regias tomadas contra os transgressores, como a aplicação das penas de degredo para São Tome e'o pagamento das perdas e danos causados à Fazenda Real (Fonte; AHU-Rio de Janeiro, cx. 39, doe. 57..' '«. AHirACL_CU_017, Cx. 34, D. 3583>>.

    NORONHA FEITAL - Família estabelecida no Rio de Janeiro. A união dos dois sobrenomes teve princípio em Antônio Ferreira Feital [c.1722, RJ -], filho de Manuel Ferreira Feital e de Antônia de Alvarenga. Deixou numerosa descendência de seu cas., em 1747, em Lisboa, Portugal, com Luiza Inácia de Noronha [c.1725, Lisboa -], filha de Jorge de Noronha. Foram avós de Antonio Fereira de Noronha Feital, diplomata citado acima. Foram bisavós, entre outros, do Dr. João Maria de Noronha Feital [1818-1873], Dr. em medicina, Cirurgião de Esquadra, Cap. de Mar e Guerra. Chefe de Saúde da Esquadra brasileira nas águas platinas. Médico da Escola de Marinha, Membro honorário da Academia de Medicina, Oficial da Ordem da Rosa, Cavaleiro da Ordem de Aviz, Cavaleiro da Ordem de Cristo; e bisavós de Miguel Maria de Noronha Feital [1824-1885], Bacharel em Ciências Físicas e Matemáticas. Deputado Provincial e Cavaleiro da Ordem de Cristo [Dicionário das Famílias Brasileiras, Tomo I, vol. I].

    Extrato do registro de batismo:
    "aos dezoite dias do mes de setembro de mil seis centos e oitenta e oito baptizei em esta cidade Manuel filho de João Manoel Feital e de sua mulher Maria Balthazar..." (Fonte: www.familysearch.org)

    "Aos dezoito dias do mes de setembro de mil seis centos e oitenta e oito annos, baptizei em esta cidade, Manoel, filho de Joao Manoel Feital e de sua mulher Maria Balthazar ____ _____ ____ lhe pus os santosoleos ____ Francisco ____Atamor de minha Freguezia e por verdade fiz este assento em fe do que me assino Dom Comêdado Domingos da Rocha". (Fonte: Registro de Batismos, 1681-1712, Santa Maria dos Anjos, Esposende, Braga, Portugal, folha 27, segundo à direita).

    "Manuel Ferreira Feital, homem de negócio, natural da vila de Esposende, tendo sido batizado na matriz da dita vila, freguesia de Nossa Senhora dos Anjos, arcebispado de Braga, e morador no Rio de Janeiro, na freguesia de Nossa Senhora da Candelária, casado com Antónia Alvarenga, filha legítima de Manuel Fernandes Simões e de sua mulher Marcelina de Alvarenga; batizada na freguesia de Nossa Senhora da Ajuda de Sernambetiba, termo da vila de Santo António de Sá, bispado do Rio de Janeiro, filho legítimo de João Manuel Feital, já defunto, e de sua mulher Maria Baltazar, ambos naturais e moradores da dita vila de Esposende e batizados na dita freguesia. Avós paternos: Francisco João e sua mulher Maria Manuel, já defuntos, naturais e moradores de Esposende e batizados na mesma freguesia. Avós maternos: Baltazar Gonçalves e sua mulher Filipa Ferreira, já defuntos, naturais e moradores na dita vila de Esposende e batizados na matriz da dita vila, freguesia de Nossa Senhora dos Anjos, tudo arcebispado de Braga. Data da carta de familiar: 31 de Janeiro de 1730." ( IAN/TT, Habilitações do Santo Ofício, Manuel, maço 97, doc. n.º 1810.) (Fonte: Contornos e Peculiaridades de Um Corpo Social em Estruturação -
    "Os Familiares do Santo Ofício Vinculados ao Rio de Janeiro no Auge da Repressão aos Cristãos-Novos do Século XVIII" de Filipe Nunes de Carvalho, pg. 57-58).

    Fonte:https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=2338026 (diligência de habilitação de Manuel Ferreira Feital).

    Sepultado em 26 de julho de 1749.

  • Generated by GreatFamily 2.2 update 2